MANÁ NA REDE 507 – SER HUMILDE COMO JESUS CRISTO – PARTE 1

Uma palavra de Deus, nova e diária, para o seu coração
Quinta -feira – 22 de março de 2012

“Mas eu estou entre vocês como quem serve.”
Lucas 22.27

Que a graça e a paz do Senhor encham sua vida nesta quinta-feira abençoada por Deus!
Às vezes acho que estou vivendo na contramão do mundo pós-moderno. Querer ser como Jesus Cristo deixou de ser uma opção a ser considerada, há muito tempo neste mundo em que vivemos. Por incrível que pareça, até mesmo a igreja de Jesus deixou de considerar este ideal como um alvo. Não poucas vezes, ouvi irmãos próximos e sinceros dizerem: “Ser como Jesus neste mundo e nesta vida é impossível. Só o atingiremos no céu.”
E esta triste verdade se torna mais explícita ainda quando tratamos da humildade de Jesus. Ninguém mais quer ser humilde como Jesus. O presente século despreza a humildade e a considera fraqueza. A auto-estima é a bola da vez na valorização do ser humano. A igreja galgou postos elevados na sociedade, sacrificando a humildade e trocando-a pelo sucesso. Ser humilde como Jesus se tornou lenda, conto de fadas, história da carochinha, conceito medieval. Que pena!
Às vezes me sinto sozinho na busca de um ideal simples, porém elevadíssimo: ser como Jesus, inclusive e primordialmente, ser humilde como Jesus. Sei que não estou sozinho, pois o Senhor sempre tem os “sete mil” joelhos que não se dobraram a Baal. Mas que está difícil encontrar quem deseja se humilhar como Jesus, isso está!
Simplesmente porque, humilhar-se como Jesus Cristo significa:
Abrir mão de sua satisfação pessoal. Nada é tão valorizado hoje em dia quanto a satisfação individual. Todos querem e tudo conspira para que cada pessoa seja plenamente satisfeita, e tudo aconteça de acordo com seus desejos. De forma que a busca maior da atualidade é pela satisfação pessoal, pelo conforto, pela concretização de seus prazeres. Contra esta idéia claramente secular, Jesus disse: “Por mim mesmo, nada posso fazer; eu julgo apenas conforme ouço, e o meu julgamento é justo, pois não procuro agradar a mim mesmo, mas àquele que me enviou” (João 5:30). O Deus encarnado não procurava sua própria satisfação. Ele não viveu aqui para agradar a si mesmo. Ele não estava preocupado em ficar feliz, em sentir-se bem, em sentir prazer. Ele estava envolvido em algo muito maior, em um ideal muito mais elevado: Agradar seu Pai, Fazer seu Deus Feliz, Alegrar seu Senhor! E parece que ele conseguiu, pois veja só o que o Senhor disse dele, antes mesmo de começar seu ministério: “Então uma voz dos céus disse: Este é o meu Filho amado, em quem me agrado.” (Mateus 3.17).
Antes mesmo que Jesus iniciasse seu ministério, aos trinta anos, naquela parte de sua vida da qual nada sabemos, ele já vivia de forma que seu objetivo era agradar a Deus e não a si mesmo. E quem deu testemunho de sua conduta, de suas palavras e de suas ações foi, nada mais, nada menos, que o próprio Pai. Este era um filho de Deus que vivia para agradar ao Pai!
Como você vive hoje? Sua satisfação vem em primeiro lugar? Seu bem-estar é seu sonho de consumo? Ou seu sonho de consumo é satisfazer Àquele que te criou, te buscou, te salvou e te sustenta? Se não for, você ainda não pode dizer que é humilde como Jesus. Mas pode pelo menos tentar ou, quem sabe, começar a tentar.
Que Deus nos ajude a reverter a corrente mundanizada que transformou a satisfação humana em alvo de vida. A forma mais fácil e rápida é tornarmo-nos humildes como Jesus. Quem vive assim, encontra descanso para a suas alma: “Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas” (Mateus 11.29).
No amor do Senhor Jesus,

Pr. Samuel Ferreira da Silva

Live a Reply

Live Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *